Make your own free website on Tripod.com

GASTON BACHELARD

Home
OMAR KHAYYAM
LEONARDO DA VINCI
ERASMO DE ROTERDÃO
MONTAIGNE
Pe. ANTÓNIO VIEIRA
BLAISE PASCAL
DIDEROT
WILLIAM BLAKE
CHATEAUBRIAND
NOVALIS
NIETZSCHE
RILKE
TEIXEIRA DE PASCOAES
BACHELARD
AGOSTINHO DA SILVA
ALQUIMIA (temas)
UPANISHADES (obras eternas)
Outras Páginas com Citações

bachelard.jpg

Bachelard n'"O CANTO DA FILOSOFIA"

 

 

"Não podemos amar a água, amar o fogo, amar a árvore sem colocar neles um amor,uma amizade que remonta á nossa infância (...) Sem infância não há verdadeira cosmicidade. Sem canto cósmico não há poesia"

Bachelard ("A Poética do Devaneio ", III)

 

"Como ser objectivo diante de um livro que se ama, que se amou, que se leu em várias idades da vida? (...) Os grandes livros, sobretudo, permanecem psicologicamente vivos. Nunca terminamos de lê-los".

 Bachelard (idem, II)

 

"(...) lá em cima, no céu, não será o paraíso uma imensa biblioteca?"

Bachelard (idem, introd.)

 

 

"Do devaneio poético diante de um grande espectáculo do mundo ao devaneio da infância há um comércio de grandeza. Assim, a infância está na origem das maiores paisagens. Nossas solidões de criança deram-nos as imensidades primitivas"

Bachelard (id., III)

 

"A infância dura a vida inteira (...) Primeiro, a infância nunca abandona as suas moradas nocturnas. Muitas vezes uma criança vem velar o nosso sono. Mas também na vida desperta, quando o devaneio trabalha sobre a nossa história, a infância que vive em nós traz o seu benefício".

Bachelard (id.) 

 

"Só se morre uma vez. Mas, psicologicamente, conhecemos múltiplos nascimentos"

 Bachelard (idem, III)

 

"(...) Toda a psicologia é solidária de postulados metafísicos. O espírito pode mudar de metafísica; o que não pode é passar sem a metafísica"

Bachelard ("A Filosofia do Não - Para uma Filosofia do Novo Espírito Científico", prefácio)

 

"A razão não é de forma alguma uma faculdade de simplificação. É uma faculdade que se esclarece, enriquecendo-se"

Bachelard ("A Filosofia do Não - Para uma Filosofia do Novo Espírito Científico", I, 5)

 

"O escritor sabe por instinto que todas as agressões,venham elas do homem ou do mundo, são animais. Por mais subtil que seja uma agressão vinda do homem, por mais indirecta, camuflada e construída que seja, ela revela origens inexpiadas. Um pequeno filamento animal vive no mais pequeno dos ódios"

("A Poética do Espaço", II, 4)

 

 

 

 

 

 

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Site consagrado a Bachelard, com recursos bio-bibliográficos e excertos das suas obras:

http://www.gastonbachelard.org/fr/ressources/textesgb.htm

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Citação alusiva:

"Primeiramente homem de ciência, depois filósofo da ciência, Bachelard torna-se o filósofo da imaginação poética e, por um belo equilíbrio, poeta"

Ginestier